3 thoughts on “279”

  1. Eu sei que o quadrinho foi sobre meritocriacia. Mas não há meritocracia real sem igualdade de oportunidades. No quadrinho você ignora a brutal diferença de escolaridade e renda da maioria da população (pelo menos no Brasil). As portas não estão fechadas, mas é difícil para quem nasceu na extrema pobreza concorrer com alguém que já nasceu com tudo no colo, os dados estão aí para mostrar isso.
    Tirando esses quadrinhos sobre política que, infelizmente, você falseia a realidade, gosto do seu trabalho.
    Abraços.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *